Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Homem em casa


O Rafael adormeceu há pouco, vencido pelo cansaço.
Dei-lhe a sopa com bife triturado a comer. Estou exausto e tenho a roupa carregada de creme de cenoura….um verdadeiro charme.
Fazer jantar? Está quieto ó mau! Amanho-me com uma sandes de queijo light desenxabido, por causa do colesterol e está o assunto arrumado.
Quando a mãe do meu herdeiro não está por casa, isto não é pera doce…
….mas senhores, só falta uma hora para a Rita chegar.
Ando esbaforido pela casa a contar minutos, impregnado de stress até à medula.
O que é que uma pessoa precisa de fazer quando está assim? É urgente acalmar.
Puxo dos meus Ventil, encho meio copo de vinho tinto e sento-me no cadeirão, totalmente arranhado pelo nosso gato Jeremias, a contemplar a casa que fica do outro lado da rua.
Por falar nele! Já aqui está, a miar, ao meu lado e a tentar cravar as unhas para balouçar nos cortinados.
Depois faz um arzinho arrependido.....


Poderia agarrar nos relatórios que estão no escritório, por concluir, poderia substituir a lâmpada do nosso quarto, que se fundiu, poderia arrumar a loiça suja na máquina de lavar, poderia recolher a roupa que já secou, do estendal. Poderia tudo isso ……mas não….sou um marido negligente.
Decido ser voyer! Já que não vejo o Secret Story
Hoje a vossa casa está cheia de gente. Provavelmente uma reunião de amigos.
Ao olhar para vocês recordo-me das noites de folia, em que me juntava com a turma da gandaia, antes do Rafael nascer.
Acho que vocês ainda não têm filhos….vão aproveitando. As coisas mudam…ó se mudam…como mudam…..
Agora as ramboias são muito menos frequentes e quando acontecem, temos as respetivas mulheres a bocejar por volta das dez da noite, a olhar para os relógios, completamente derreadas.
O miúdo tosse lá do quarto. Maldita gripalhada.
A rua está deserta. Ouvem-se as vossas gargalhadas.
Entra um bolo cheio de velas, que produzem efeito de fogo-de-artifício.


 Há bem! … Há festa de aniversário.

Sem comentários:

Enviar um comentário