Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

domingo, 30 de dezembro de 2012

Ó Manel, vai alí ao Jumbo

Sim, amanhã é dia de folia.

Sim, amanhã despedimo-nos de 2012, tenha ele sido o melhor ou o nosso pior ano.

Amanhã é dia de fazer a lista de desejos para 2013, é dia de comprar o cuecão azul, é dia de festança.

Voltam a repetir-se os comes e bebes da consoada e com sorte a dose de Eno, para ajudar à digestão.

Encosta-se o carro às boxes e bebem-se uns copázios com a "nossa" malta fixe.

Parece-me que as reflexões devem ficar para outra altura, porque este dia não se quer de grandes profundidades.....quer-se de paródia, de riso fácil.

Tristezas, escondam-se! Batam à porta noutro dia qualquer.

Na contagem decrescente para a meia noite, abocanham-se umas quantas passas (dizem que são doze) e sobe-se para cima de uma cadeira ranhosa, com uma nota na mão, enquanto a Teresa Guilherme dá o cheque ao grande artista do Secret Story e a Bárbara Guimarães dança a lambada com o Paulo Futre, no outro canal.

Vão-se buscar uns tachos e panelas à cozinha para dar estrilho na vizinhança e está feito.

Vivó glamour na passagem do ano!!!! Quais jantares em hotéis, quais bailes de gala. Isso já era.

Não se pode estar com grandes ostentações...pode parecer mal!

- Manél, vai alí ao Jumbo comprar uns confetis, que tudo quanto é pobretana usa disso e nós não temos cá nada. Mas aviso-te já que são para ser usados com parcimónia. Não quero passar o primeiro de janeiro em casa, de avental. E a D. Maria que não se venha cravar cá em casa a queixar-se do marido. Ficas tu a ouvi-la.......

Blá blá blá, blá, blá, blá.........

Aos meus poucos mas fiéis leitores, neste espacinho de escrevinhanço, desejo um início de ano cheio de brilho...



.....brilho nos olhos, brilho no coração, na alma, nos pensamentos.....

Vamo-nos encontrando por aqui, se Deus quiser e se vos apetecer continuar a ouvir as minhas histórias da carochinha.

Abraço firme e hirto!!!!

Patrícia Ganhão para Somethingaboutdetails



sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

NON STOP



O calor vai apertar na passagem de ano.

Então, vamos lá por essas carnes de fora! Toca a enrijar o esqueleto.

É esta a mensagem que as bershkas e as stradivarius desta vida fazem passar...vá galera, toca a rumar à disconight mais povoada, galgar umas colunas e dançar a noite toda, para não deixar entrar o frio.

Tudo bem, o álcool ajuda...certo, certo!!!

Vá, sempre a bombar, não é permitida qualquer pausa!


Ó babes, vocês estão lindas, os vestidos são uma graça, mas há lá coragem para sair nestes preparos????

Só com uma samarra em cima!

Pronto, já me esquecia das vossas passagens de ano em paraísos tropicais. Ai esta cabeça!

O gato com cachecol

Quantas oportunidades a vida nos pode dar?

Quantas oportunidades deixamos escorregar pelas mãos?

Vale a pena acreditar na regeneração, ter esperança e fé?




Não acredito que os donos de gatos ou de outros animais de estimação fiquem indiferentes a este livro!

É enternecedor constatar que a entrada de um bichano na vida de um músico de rua produziu tal efeito de reconstrução.....




quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Ui......

Natal é...

Constatar que a família Von Trapp, de Música no Coração e o gaiato do Sozinho em Casa se mantêm rejuvenescidos com o passar dos anos....

Convencer o marido a fazer aquela coreografia, de corninhos de rena postos na cabeça, que a educadora do colégio da filha andou a magicar, para além de cantar o A Todos um Bom Natalllllll, na festinha que começa às dez horas da manhã.......

Comprar o maior número de postas de bacalhau ao mais baixo preço e fazer com que elas durem e durem....

Congelar toneladas de comida que vão sobrar na arca congeladora da vizinha.....

Comer azevias, fatias paridas, sonhos e outras iguarias ao desafio.....

Vestir-me para ele de mãe-natal....



Comprar-lhe um perfume que ela efetivamente use, caso contrário, vou passar o ano seguinte a "levar na cabeça" porque passados dez anos ainda não lhe sei comprar prendas de natal....

Tentar que a minha mãe não faça nenhuma abordagem a temas que se relacionem com a decoração do nosso lar, com as limpezas profundas que se poderiam fazer, cortes de cabelo ou roupas dos miúdos....essencialmente, é mantê-la caladinha, para garantir que não me divorcio antes da passagem de ano!


Ui......

Ainda fica tanto por dizer......

Mas o que interessa é que É NATAL!!!!!

Joaozinho, o que é o Natal?



Natal é.....

Ir ao jantar da empresa, beber e comer à conta.....
Comprar meias aos primos e às tias, ao avô e à avó.....
Dizer que como a crise está a apertar, só há lugar a um beijinho, numa face, que nas duas dá muito trabalho e não parece bem.....
Ser bonzinho, até com as pessoas mais torcidinhas, porque o que se quer é paz......
Visitarmos aquele familiar que não vemos vai p´ra lá de dois anos.....
Oferecer chocolates de marca branca.....




Encontrar o cartão de boas festas mais ordinareco que se possa arranjar.....
Fazermos embrulhos até à náusea.....
Levar o papel dos embrulhos que recebemos para a reciclagem, dia 26.....
Ir à missa do galo para "cortar na casaca" da vizinha....
Juntar os amigos e brincar ao Amigo Oculto....
Tentar que a sogra não brigue com ninguém.....
Fazer com que o irmão não diga vernáculo na consoada....
Dar caneladas à família debaixo da mesa quando a conversa começa a ser inconveniente......
Aguentar os miúdos acordados até à meia-noite de dia 24.....
Ouvir o coro de Santo Amaro de Oeiras, a famosa música do George Michael ou os gritinhos da Celine Dion......


Enfim! O Natal é isto e muitas outras coisas mais..........


terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Irritantemente cinzento


Há dias que não são pretos nem brancos, são de um cinzento irritante.

É muito fácil viver os alegres dias brancos, difícil permanecer inquebrável nos dias pretos, mas nos dias cinzentos não se sabe a que terra se pertence.

Os pensamentos esvoaçam sobre as cabeças a uma velocidade estonteante, a vontade de estar onde não estamos é quase superior às nossas forças......

E se me dirigisse ao aeroporto da Portela e apanhasse o primeiro avião?

Cruzes, que ainda ia parar à conchichina! É melhor não.

Apetece passar despercebida, não se está bem nem mal, está-se assim assim......

Se uma viagem não soluciona o drama ....

Uma ida aos SALDOS pode ajudar?

Zara
Zara

Hedi Slimane para YSL
Dificilmente se encontrará em saldos.... mas pode sempre ser fonte de inspiração.

Ou será melhor uma renovação de visual ao estilo Tim Gun, já que me sinto uma gata delambida?


Fashion guru
Talvez uma visita ao Dr. White?


Não sei. Acho que não. Há dias assim!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Homem em casa


O Rafael adormeceu há pouco, vencido pelo cansaço.
Dei-lhe a sopa com bife triturado a comer. Estou exausto e tenho a roupa carregada de creme de cenoura….um verdadeiro charme.
Fazer jantar? Está quieto ó mau! Amanho-me com uma sandes de queijo light desenxabido, por causa do colesterol e está o assunto arrumado.
Quando a mãe do meu herdeiro não está por casa, isto não é pera doce…
….mas senhores, só falta uma hora para a Rita chegar.
Ando esbaforido pela casa a contar minutos, impregnado de stress até à medula.
O que é que uma pessoa precisa de fazer quando está assim? É urgente acalmar.
Puxo dos meus Ventil, encho meio copo de vinho tinto e sento-me no cadeirão, totalmente arranhado pelo nosso gato Jeremias, a contemplar a casa que fica do outro lado da rua.
Por falar nele! Já aqui está, a miar, ao meu lado e a tentar cravar as unhas para balouçar nos cortinados.
Depois faz um arzinho arrependido.....


Poderia agarrar nos relatórios que estão no escritório, por concluir, poderia substituir a lâmpada do nosso quarto, que se fundiu, poderia arrumar a loiça suja na máquina de lavar, poderia recolher a roupa que já secou, do estendal. Poderia tudo isso ……mas não….sou um marido negligente.
Decido ser voyer! Já que não vejo o Secret Story
Hoje a vossa casa está cheia de gente. Provavelmente uma reunião de amigos.
Ao olhar para vocês recordo-me das noites de folia, em que me juntava com a turma da gandaia, antes do Rafael nascer.
Acho que vocês ainda não têm filhos….vão aproveitando. As coisas mudam…ó se mudam…como mudam…..
Agora as ramboias são muito menos frequentes e quando acontecem, temos as respetivas mulheres a bocejar por volta das dez da noite, a olhar para os relógios, completamente derreadas.
O miúdo tosse lá do quarto. Maldita gripalhada.
A rua está deserta. Ouvem-se as vossas gargalhadas.
Entra um bolo cheio de velas, que produzem efeito de fogo-de-artifício.


 Há bem! … Há festa de aniversário.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Aproximação ao luxo


Quando a crise aperta, não há nada melhor que ir ao baú tirar um bocadinho daquela "cagança boa" que não convém perder.

Uma vez que não dá para comprar, toca a experimentar, porque brincar ainda não faz mal.....


...fazendo uma pequena aproximação a estes objetos de luxo que são os óculos D&G.

Lindos!

Se não soubesse que as imagens são da Sicilia diria que as moças e o piqueno tinham ido fazer a campanha a Trás-os-Montes.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Combóio das dezanove


Fim-de-semana à porta!

As malas já estão preparadas. Aguarda-me o combóio das dezanove horas.

Estou anseosa por apertar os ossos ao meu primo Frederico, que não vejo desde o início do ano.

Estão a ver aqueles tipos que tudo podem? Aqueles homens a quem a vida parece estar sempre a sorrir? Que encontram em cada acontecimento, por mais insignificante que seja, motivo para festejar? Fanfarrão até à quinta casa? Pois bem, é o meu primo.

O caminho daqui para Santa Apolónia é que vai ser uma coisa muito esperta. Devo chegar lá pela metade. Jesus, dá-me saudinha para apanhar o belo do transporte público. Felizmente não chove como ontem.

Levo a Vogue, o D. Amélia ( que comecei a ler no início da semana) e a Sábado. Há-de chegar para a viagem. Afinal, o Porto não fica assim tão longe.....

Não consegui encontrar roupas mais atualizadas. O que vale é que o Frederico também é de outra época.


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Está batendo aquela vontade.........


Está batendo aquela vontade de ver um filminho de natal, daqueles muito lamechas, com casas enfeitadas com azevinho e quinhentas mil luzinhas, neve a cair em doses q.b.( para não inviabilizar as entradas e saídas do lar) e muito róóómance....



Está batendo aquela vontade de prescindir dos doces da época e devorar um bolo de cenoura com calda de chocolate.....


Está batendo aquela vontade de hibernar com pijama, lençóis e meias polares, luvas nas mãos, gorro na cabeça e pantufas com forma de animais....  


...ao estilo bridget jones, a ler literatura natalina da boa....





... não sem antes tirar as luvas, para folhear!

Tudo isso está batendo, mas ainda não bateu aquela vontade de começar a comprar prendas de natal a preços exorbitantes quando, dias depois, os valores descem para metade.....

Está batendo mesmo muito seriamente uma vontade de comprar pais natal de chocolate p´ra todo mundo, e depois brincar ao quente e frio, como nos antigamentes, vici?



É NATAL, NINGUÉM LEVA A MAL......

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Cabelos de mulher II


E agora, a predileção do momento......

Franjas e cabelos curtos.


Falando por experiência própria, a mudança de um cabelo longo para um cabelo curto, ainda por cima com franja, pode ser tema de conversa para semanas...para o bem e para o mal......

- Uau, pareces estar mais nova sei lá quantos anos!
- Prima, prima! Que fixe. Pareces a porquinha Piggy, em Paris!!!
- Cristo! Franja é coisa que não se usa!!!
- Esticado fica mais giro!
- Ao natural e selvagem é que fica bem!

As opiniões divergem.

Bom, bom, é que haja diálogo!

As mulheres e os cabelos, os cabelos e as mulheres


Para o homem é tudo muito fácil....

O cabelo está curto ou comprido, ponto final. Não há mas nem meio mas.

Sim, as patilhas têm que se lhe diga e eles dão-lhe a sua importância. Também há o diabo da calvice, que os pode atormentar, mas o problema é invariavelmente o mesmo, a existência ou não de vida capilar na carola!

Para as mulheres, Jesus, a temática cabelos, penteados, ou agora, muito mais requintadamente, hairstyle, é complexa....há um mundo, uma infinidade de modalidades, verdadeiras obras de arte que podem existir e habitar cabeças, sempre em evolução e convém que estejamos a par das últimas tendências, griffes, tudo e tudo e tudo.....

Se és homem, nunca ouviste estes comentários?

- Eu tenho o cabelo tão fino. Pareço uma rata pelada. Não consigo fazer nada dele. Ainda por cima é oleoso. Vou começar a fritar rissóis por aqui.

- Estes caracóis são um inferno. É impossível meter-lhes escova. Pentear as melenas, só mesmo quando estou no banho, com toneladas de amaciador em cima.

- Fartinha deste look. Os cabelos afro da Beyoncé com alisamento é que são fixe. Mas que alisamento devo fazer? O Marroquinho, o Indiano, o Esloveno, o alisamento do Burkina Faso?

Homens, para a mulher, o corte de cabelo e a cor, podem fazer toda a diferença.

Para vocês o que importa é que o nosso cabelo seja comprido, sexy, mas para nós não. O tempo do Sanção e Dalila já lá vai.

Acham, por um instante, que esta mulher é a mesma?




Nicole Kidman fotografada por Marion testino para V Magazine 2012

Nocole Kidman fotografada por Mario Testino para a Vogue em 2006

Esqueçam a semi-nudez no trabalho comparativo.....

Então e agora, cabelos curtos ou compridos? Loiros ou ruivos? Esticadinhos ou ao natural? Escadeados ou em corte reto? Curto com franja cerrada ou comprido com franja lateral?

Mulher sofre!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Será que é mesmo preciso "penar para aprender a viver"?


Sangue, suor e lágrimas....

Questiono-me muitas vezes sobre limites, já que quase tudo na vida parece girar em torno deles.

Um dos limites que nos devemos impor é o de saber parar antes de chegar à exaustão, dizem-nos os mais renomados especialistas, mas acima de tudo, diz-nos o nosso corpo.

Apesar dos alertas, isto não é tarefa nada fácil.

O cansaço, quando sentido em pequenas doses, pode ser bom e induzir-nos em erro.

Vejamos: quando existe um prazo a cumprir, uma tarefa a realizar e se sente que a missão foi cumprida, mesmo com horas de sono perdidas, refeições em falta, filmes e passeios perdidos, até nos conseguem arrancar um sorriso. É ou não é verdade?

Há um reforço de auto-estima e sentimo-nos quase super-heróis.

Mas estes meninos só existem nos filmes e normalmente vivem sob disfarce, a querer usufruir de uma vida pacata e normal.

O cansaço sistemático  farta. Mói, transtorna e facilmente se transforma em tensão, em ira.

Toca a erguer fronteiras, toca a procurar paz, quando a voz se altera, quando não há paciência para nada, quando a superação de si mesmo se torna o único objetivo em mente....

....isto para que nos fiquemos apenas pelo suor, pelas lágrimas.....

Provavelmente um Mourinho, um Cristiano Ronaldo e os apologistas do trabalho sem horas pensarão de forma contrária......

Este tipo de cansaço, unica e exclusivamente físico, a mim não me assiste!!! Assumo o facto, para o bem e para o mal.

..... talvez por isso caiba a poucos a façanha de vestir durante muito tempo o traje da BD.

Onde, quando e como se erguem as fronteiras que nos protejem?

Há toda uma vida para aprender.....

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Que passa?


Se é para usar preto, então que se lhe adicionem uns brilhos, umas tachas, uma cor da moda, qualquer coisa salerosa, sei lá!

ZARA
ZARA
H&M
H&M

Dizem que as mulheres andam cada vez mais iguais umas às outras, pela adesão às tendências, ao que está a dar.....e convosco vocês meninos, o que se está a passar?

Não tenham medo de usar umas calças vermelhas ou mostarda. Vai ficar bem! Ninguém vai pensar que enlouqueceram....alegria para esses guarda fatos!!!

O armário está preto?


Há alguma necessidade de os homens andarem todos vestidos de igual?

Na secção de homem das lojas para as grandes massas obtêm a resposta.

Não, não há justificação para as cores escuras dominarem o vestuário masculino, quando existem inúmeras alternativas.....




ZARA


H&M


H&M
 Se o dinheiro está curto, apostem numas boas e quentes golas....

ZARA
Pull & Bear

H&M

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Esverdeado? Sim?



Há dias de inverno assim, solarengos, em que apetece sair de casa, com uns bons agasalhos, para passear pelos campos, renovar energias....

.... depois, com o corpo já cansado, assentar arraiais numa longa mesa de madeira, coberta por uma toalha axadrezada, em frente a uma casa antiga, de província, com pessoas queridas, novos e velhos, a comer coisas que fazem bem à alma e ao coração, a rir, a disparatar, por tudo e por coisa alguma....




...a contar mágoas, a desabafar, a fazer discorrer emoções......de preferência com crianças a calcorrearem as redondezas, a partilharem as tonteiras dos adultos.

Estes dias são os dias cool que a todos nós enchem a alma!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Maridos inteligentes



- Já que nos pusémos todos betinhos, que tal beber um copo, hoje, no The Decadent? - perguntou a Catarina ao António.

» Para não gastarmos muito, não jantamos, pedimos só a sobremesa. Dizem maravilhas do creme brulee de castanhas!

- Cheira-me a exibição da farpela!!!

- Tenho um marido tão inteligente....

Tudo, tudinho, macho, fêmea e trapos DKNY
- Vá, se há doces, pode ser.

Crazy Jimmy Choo

Há pessoas duras de ouvido e há outras com o olfato muito pouco apurado.

Se umas não encontram o tempo certo e não conseguem bater palminhas a um ritmo equilibrado, as outras podem cheirar a melhor fragância ou um perfume adulterado do mercado negro que é exatamente a mesma coisa.

Atenção, moças de nariz matreiro! Cheirem esta delícia....vão ficar curadas da vossa insensibilidade nasal....


E depois compreenderão porque é que a rapariga ficou assim, estonteada!

domingo, 18 de novembro de 2012

À volta dos sapatos



Depois de fazer o turno na fábrica, das oito às catorze horas, o Sr. Vítor vai todos os dias almoçar a casa, onde a mulher o espera, com os melhores manjares que consegue preparar.

À mesa está sempre tudo disposto de forma harmoniosa e apetecível, em travessas delicadas da Vista Alegre que a D. Luísa faz questão de usar, fora dos dias de festa.

Não é raro ouvir o Sr. Vítor admitir à vizinhança que a sua Luísa o agarrou, entre as mil e uma formas que a mulher engendra para enlouquecer um homem, pelo estômago, com toda a certeza. Curiosamente é magro como um rapaz de dezoito anos.

Segue, reconfortado, para o pequeno quiosque/sapataria onde se instalou, lá no bairro, há meia dúzia de anos.

A zona é pacata, mas não lhe falta o seu café, a mercearia, o cabeleireiro, o fotógrafo e a loja dos trezentos.

De porta aberta para a rua, rádio sempre ligado na Renascença, passa as tardes rodeado de botas, sapatos e sapatilhas, por arranjar e em arranjo.

Botins Tabitha Simmons
Botins Tabitha Simmons

Sapatos Tabitha Simmons


Põe poupa solas aos sapatos finos das senhoras, dá nova cara aos sapatos velhos dos homens, repara as botas estropiadas da miudagem.

Não há quem o não procure, quem não o conheça, nas redondezas.

Diz que não está alí para fazer dinheiro e os preços que pratica são mais do que amigos.

- Boa tarde D. Teresa.

Antes de entrar em casa, antes de passar no talho do Sr. Fernando, já pelo fim do dia, quando as pessoas regressam dos seus empregos, a D. Teresa entra no quiosque com um saco de cartão elegente, provavelmente de uma boutique chique.

- Boa tarde Sr. Vítor.

De camisa de seda com laçada, cabelo curto com arranjo de cabeleireiro, saia travada, a terminar um dedo apenas acima do joelho, casaca estilo Chanel, a D. Teresa não descura o visual.

De manhã, em frente ao espelho, é impreterível passar o lápis castanho pelos bonitos olhos verdes, que esconde com os óculos grossos, que as dioptrias não deixam esquecer, e rematar o penteado com um bom banho de laca.

- Como tem passado? Trago-lhe aqui estas alminhas, para ver se têm arranjo. Até estão deformados, de tantas molhas apanharem. Já os salvou no ano passado. Venho saber que diagnóstico lhes faz.

O Sr. Vítor sorri e ajeita os óculos, que lhe escorregam nariz abaixo, enquanto examina ao pormenor o que tem em mãos e se perde em pensamentos.

Aquilo sim é uma senhora. Não é que a sua Laura não seja uma mulher jeitosinha, mas a D. Teresa...que aprumo, que elegância.

Passa quase todos os dias, pelo quiosque, à mesma hora e está sempre impecavelmente apresentada.

Vítor, volta ao trabalho, que o resto é história.

- Acha que ainda valem a pena?

- Então não, com uma pele boa destas, ainda lhe ponho os sapatos finos para mais umas boas invernadas! - diz, com um sorriso rasgado na cara.

- Obrigada Sr. Vítor. É um artista! Que nunca as mãos lhe doam...

- Ora, ora D. Teresa, não me envergonhe. Não faço mais que a minha obrigação.

Gucci

Gucci