Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

domingo, 27 de outubro de 2013

Looks para Segundas Feiras


Assim é que era, para começar a semana.....

Rebelde! Num mix ginásio/escritório...

 
 
Livre e cintilante!

 
 

 Freak!!!!
Are you gonna go my way?
Daphne Groeneveld for Vogue Netherlands October 2013


E de repente lembrei-me......

Selvagem,
Lion é selvagem,
Uma dentada em Lion.....

Mas não consigo encontrar o vídeo no youtube!!!!

Ouço a tua canção



Juro que hei-de ouvir-te com o olhar
Que lerei nas entrelinhas
Aquilo que me quiseres dizer.

Não vou esquecer o caminho do coração
E tudo o que já vivi.

Quando estiveres cansado
Pousa a cabeça na minha mão
Respira...

Quando os silêncios te esmagarem
As vozes te enlouquecerem
Eu estarei lá.

E quando não contiveres o riso
Quanto te perderes de alegria
Vou, de certeza, alegrar-me com as tuas gargalhadas...

Porque ouço a tua canção.



Georgia May Jagger for Vogue UK 2013

sábado, 19 de outubro de 2013

Floco de neve



Branco total ....

Elie Saab / winter 2014


Branco e camel.....


Angel Schlesser/ winter 2013

Os outfits são tão indos, mas as meninas estão com um ar tão infeliz.....

Vamos a animar, vá!

Pic nic à chuva? Metade sim, metade não!



Ontem o dia estava tão farrusco.... mesmo assim não nos apeteceu almoçar na secretária, com os olhos cravados no computador, a ler as notícias do dia, a saber o que andam os amigos a fazer, pelo facebook.

Apesar da ameaça de chuva, fizemos umas belas sandes e decidimos usufruir do ar livre. Caminhámos até uns banquinhos, ao pé do rio e por ali começámos a devorar o farnel, que trouxemos no saquinho fashion do supermercado.

- Ó Ana, caiu-me um pingo de chuva em cima!

 - Já estava a prever. Diz a Sofia, certa de que nos devíamos ter feito acompanhar de um bom chapéu de chuva.



Começa a chover a sério.

- E agora, para onde vamos? Pergunta a Sofia.

Olha, agora dá corda aos sapatos e corre.

Umas galochas também não nos tinham feito mal!


Corremos até à garagem de um prédio, que estava aberta e que por sinal tinha uma janelinha para o exterior que nos permitiu continuar a trincar as sandochas viradas para o rio.

A nossa permanência começou a causar estranheza aos habitantes do prédio, que entravam de carro e nos viam ali abrigadas. Possíveis assaltantes?

Um bom assaltante não planeia o seu golpe enquanto come umas batatinhas fritas e bebe sumo do pacote......não!

Às vezes, almoços de três euros, conseguem ser tão divertidos e felizes!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Santa ignorância....



Quando uma mulher descobre a diferença entre o pied-de-poule e pied-de-coq, tudo se transforma.......

Calzedonia Winter 2013


 
Zara Winter 2013

.....ou tudo se baralha!




O que interessa é que está em todo o lado.
Tão Coco Chanel!

Sim, sou rasteirinha

Está-me cá a dar aquele feeling que este inverno, as botas de cano alto vão ficar arrumadinhas.

A vontade de mandar às urtigas em simultâneo, os tacões altos, também é grande.

É muito agradável andar elegante e aprumadinha, mas, por dios, quem é que consegue subir o Chiado sem se desmantelar, em cima de uns tacões superiores a 5cm? Quem?

Quem é que atravessa a Praça do Comércio, já atrasada para o trabalho, sem perder um dos stiletos?

(Por esta altura tenho uma ou duas amigas que se propunham a fazê-lo, sem quaisquer sobressaltos! Mas Deus Nosso Senhor sabe que estas meninas têm os costados feitos num 8!)

Agora que interiorizei que uma sabrineca, os loafers, não fazem de ti um ser desdotado de feminilidade, vou incorporar a ideia de continuar de rodinhas baixas mesmo quando o mau tempo chegar.

Mas e o frio???? E a boa da meia de algodão, vendida em  maços de três, que chega ao joelho e nem um pelito por depilar deixa que se arrepie??

Talvez dois pares de meias de mousse da loja dos trezentos possam safar a situação!

Ora avistem as meninas das imagens abaixo, em looks Uterque.....







Práticas, cool, elegantes, não é?

Tudo bem. Legging+botim+loafer+whatever rasteirinho, com nome técnico de que agora não me recordo, para os tempos que se avizinham.




 





domingo, 29 de setembro de 2013

SAI DA CAIXA


Há domingos chuvosos, que te gritam coisas ao ouvido....



 ....do género SAI DA CAIXA e:

- Vai votar!

   Leva o teu corpinho e alma esperançosos à urna e deixa-te de tretas!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O processo


Sempre a tempo de fazer novas descobertas, encontrei-me com o trabalho de Zhang Jingna , nascida em Beijing.

Com apenas vinte e cinco anos, tem granjeado prémios internacionais, fotografado para marcas de renome e viajado pelo mundo a captar pequenos instantes......

Aqui ficam alguns capazes de fazer parar o tempo!




Acalmar, ouvir a respiração, sentir a palidez destas mulheres tocar-nos o coração, lá onde ele está mais vazio......

De repente, também nós nos encontramos suspensas, geladas, envoltas em camadas de tule, em posição quase fetal, até voltar à superfície, ver mundo.

Paramos e sentamo-nos a uma janela, só para repousar a cabeça, cansada, na mão que nos ampara, que sempre nos ampara....

Contamos os pequenos e silenciosos passos que damos naquele jardim de inverno, as folhas caídas no chão....


E outras capazes de te pôr a mexer!




Quando se retemperam energias, quando na mente se encontra espaço para o movimento... soltam-se impulsos, segue-se, com ou sem rumo, mais ou menos para sítio algum, onde nos esperam ou só nos encontramos a nós....

Qual a melhor fase? Qual o momento que escolherias? Talvez todo o processo!.....rebeldia ou acalmia?


Queres escolher a tua foto do momento? Sim, porque só num dia, imagino que a maioria de nós se possa identificar com a FROZEN WOMAN ou com a ENERGETIC ONE.





domingo, 15 de setembro de 2013

E mais não digo....... MERCEARIA DO PRATO!



Os homens ficaram em casa e nós, malucas, invadimos as ruas de Arruda dos Vinhos.

Enquanto espalhávamos o nosso charme e púnhamos a conversa  em dia, fomos ficando mais próximas do restaurante do momento, do spot que está a bombar....


Parece que fomos passar a noite a um Chateaux

..... a Mercearia do Prato!

A boa vibe do espaço sente-se assim que o pézinho assenta sobre a linda propriedade onde está situado.

Ainda tirámos umas fotos, a fazer a grande entrada, porque quando nos juntamos tendemos a achar que, pela nossa diferença de estilos ( e só por isso), nos assemelhamos às protagonistas do Sexo e a Cidade.

Vamos imaginar que teríamos ficado assim....


Atravessámos o jardim, em grande stile et voilá!

A Mónica, hospitaleira, recebeu-nos de braços abertos (na verdadeira aceção da palavra) e encaminhou-nos para a linda sala de refeições.

Fiz questão de me apresentar, como a mais descaradona, para começar a tirar umas fotos ao local.
Então se dei ao blog o nome de Somethingaboutdetails e não parava de os ver, o que havia de fazer? Mal sabia eu que a Mónica adora que fotografem o espaço.


Lenços de Viana a cobrir cada um dos candeeiros e pequenas jarras com flores em todas as mesas. Romântico!!!


Instalámo-nos. Ainda se falava do que fazia parte do menú, dos preços (muito económicos) e já eu estava toda aguada. Ai não! Bifinhos de perú enrolados, com farinheira e batatinha no forno.

A coisa ficou mesmo muito, mas muito refinada quando todas nos lançámos a uma sangria de champanhe e morangos. Jesus!

Aquilo sim era CÓLIDADE de vida.....dizíamos umas às outras. E toma lá um brinde, com as flutes bem lá no alto.

Enquanto me "esbaldava" em calorias, as outras doidas cumpriam a dieta, com um arroz de tamboril que ainda me deixou hesitante, pelo cheiro maravilhoso que espalhava no ar.

A sala encheu-se de povo e nós fomos sendo tão bem tratadas pela Mónica!!!! Quais megastars!!!

Autêntica Relações Públicas, ela é também mulher para pôr as mãozinhas na terra, uma vez que grande parte dos legumes e frutas que compõem os pratos, são produção sua.

Aliás, já há bastante tempo que ouvia falar nas famosas cestas da Mercearia do Prato, com produtos frescos, que por encomenda, podem ser entregues à porta de casa.

Terminado o prato principal, continuou a nossa aventura gastronómica, pela doçaria.

Se fizessem um programa de televisão sobre nós, com toda a certeza haveria de ser sobre comezainas!

E aí divergiria muito do Sexo e a Cidade, visto que não se falaria no número de relacionamentos acumulados por cada uma, mas no número de calorias acolhidos pela região das coxas.

Voltando ao que interessa e para quem é crente, acreditem que Deus, todo poderoso, esteve sempre por alí presente. Ó meu Deus. Jesus, que delícia! Foram frases constantes, repetidas ao longo da noite.

Decidimos pedir quatro sobremesas diferentes (feitinhas à mão, à moda antiga, sem Bimbis, sem nada dessas modernices) e consumi-las em modo rodízio.

A quantidade de suspiros emitidos foi imensa. Tarte de pastel de nata, tarte de chocolate, tarte de maça e creme de caramelo.....por todos os santinhos e mais alguns!

Esperei, a qualquer momento, ser surpreendida por um Gordon Ramsey, um Chacall, um José Avillez, tal não era a qualidade deste chef, para mim, igualmente de renome internacional.

E toda esta lóóócura, todo este pecado da gula acontecia ao som de uns belos fadunchos, que as quatro apreciamos.

Ao segundo jarro de sangria, já trauteávamos umas coisinhas. Há fadista! Não se podia, naquele momento, pedir mais à vida. Bem, poder, até podia, mas já não fomos ao terceiro jarro.

Ainda tivemos direito a experimentar, um novo doce, em primeiríssima mão, mistura de nougatt com chocolate.....divinal!

Descemos até ao piso térreo. As papilas gustativas estavam desgastadas. Foi hora de os olhos se perderem e regalarem, sobre uma quantidade significativa de tradições recuperadas.

Grande parte dos móveis, balcão e outros elementos decorativos foram feitos com materiais antigos, já postos de lado, abandonados, como a Mónica nos explicou.

O trabalho de recuperação está tão bem executado que o encanto de cada peça, trabalhada, estudada, ainda é mais especial, para os donos e para quem as vê e lhes conhece a história!



Ervas aromáticas, pinguça da boa e atenção aos leques, à esquerda, para as damas se abanarem!


O Pirulito já tem gerado falatório. As freguesas andam a pesquisar qual foi o preço mais baixo pelo qual, em tempos idos, o conseguiam comprar!

                                                   

Esta loiça, estrategicamente colocada nas paredes tem história. E a Mónica pode contá-la.

Digam lá que muito do que estão a ver não vos é familiar!!!

Pelo menos nós, trintonas enxutas, fomos criadas a ver objetos similares.

Porque tínhamos abusado dos doces, ficámos a contemplar a limonada.



Quando já nos questionávamos sobre se a Mónica tem tempo para dormir, a pensar em tanto pormenor e a concretizar tantas ideias, ela revela-nos que os panos de renda, que tapam as bebidas, não são uns quaisquer,  são de alguém que lhe é familiar.

Nada, na casa, é produto de fabrico rápido e em série. Há sempre qualquer coisa para contar.


Toalha de renda, flores e fruta....
Vendem-se figos, maçãs pequenas, cheirosas e saborosas, que algumas de nós trouxeram para casa.
Esta janela catita já é famosa. A Mónica fotografa quem passa na Mercearia do Prato e o momento fica registado. Nós também tivemos direito. Bem, ao que consta também o ator José Fidalgo, mas isso é só um pequeno pormenor!!! Eh, eh..... 
 
E pasmem-se, este espaço acolhe trabalhos de artistas, que se queiram dar a conhecer, durante um mês inteiro!!

O café já foi tomado lá fora. Sentadas em paletes restauradas, sentimos, as quatro, que aquele espaço nos vai receber paletes de vezes, e a quem nós dele falarmos.


Nós não fomos mais umas clientes, de um qualquer estabelecimento. Nós fomos aquelas clientes especiais e a Mercearia do Prato parecia ter-nos escolhido, para este jantar tão particular.

Não fomos só a um restaurante, fomos a um espaço, onde se bebe tradição, onde apetece ficar!!!!


sábado, 14 de setembro de 2013

Ainda dizem que as flores não andam

Hoje quis vestir-me da cor do céu, sem me vestir de azul.


Dizem os entendidos que o cor de laranja transmite energia, alegria, sucesso e prosperidade.

Vamos a isso!



O resultado final parece ter produzido os seus efeitos.

Enquanto era fotografada por uma amiga, que anda sempre de máquina em punho, a captar pequenos instantes de moda (com os quais diz que a brindo diariamente) e fazia pose, de acordo com as instruções, olho para o pequeno jardim ao lado e ei-la.....

....também ela laranjinha!

- É lá. Isto da simbologia das cores está a funcionar.

                                                                              
                                                    "Uma flor para uma flor", ou "ainda dizem que as flores não andam"

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Naughty girl



Acordei cedo.

Foi só preparar umas sandochas de mortadela e atirar uns pacotes de sumo p´ra dentro da mochila.

Ontem combinámos fugir da praia. Um dia no campo pode ser bom, para variar, até porque já não tenho mais dinheiro para tanto protetor solar.


 Saí de casa e fui ter com  a Maria, o Jonas e o Tomás ao café do Sr. João.

Às nove e meia ainda estávamos, as duas, à espera daqueles dois totós, que provavelmente ainda deviam estar a dormir, por terem ficado a jogar até de madrugada. Nestas situações, não há toques de telemóvel suficientemente estridentes para os fazer acordar.

Esperámos mais meia hora. Finalmente, os dois da vida airada apareceram.

 Já na paragem do autocarro, apinhada de gente pronta a ir trabalhar, igualmente em modo de espera,  uma rapariga, para aí de trinta e cinco anos, toda aperaltada comenta com uma senhora mais velha, ao lado dela:

 - Agora pensam que são a Miley Cyrus!

Euzinha pensei. Ai que isto é para mim! Estes dois já me tinham feito saltar a tampa, logo de manhã. Agora, toma lá mais outra, para começar bem o dia.

 - Quem filha, quem é essa? - pergunta-lhe a outra.

 - Deixe lá estar, é uma cantora, que agora está toda wild!Deve querer imitar a Madonna. Essa já sabe quem é, ou não? - diz a tiazoca.

 A Maria e os restantes riam sem parar. Passou-lhes depressa o sono!

 - Comparar-me com a Miley Cirus!!! Vocês devem estar a brincar. Olha a gracinha - atira a Carla para o ar.


Polémicas à parte, a miúda está com um look de arrasar!

- É que se fizesse um esforço e se tivesse concentrado, talvez a comparação resultasse mais acertada.
Que agressividade! Maria, ao menos dizia que eu a fazia lembrar a Hannah Montana.....



Fomos para os últimos lugares do autocarro, que para minha salvação não tardou a chegar, e escangalhámo-nos a rir, da fulana de fatinho vestido, que suava em bica e não conseguia arranjar lugar.

Pensei, cá para os meus botões:
 - Agora faziam-te falta uns calções arejados.....




                                    Shorts são shorts, e é tão bom ter estilo e umas perninhas jeitosas para os usar!





 

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Mulher Ralph Lauren




A coleção da Ralph Lauren para este inverno é simplesmente deliciosa.

O preto e o branco são predominantes, mas surgem apontamentos de cor nos acessórios, especialmente nos brincos, que se continuam a querer XL.

As malas, que se assemelham às de viagem, dão para pôr o mundo lá dentro, como nós gostamos.

As cabeças estão quase sempre cobertas e os cabelos apanhados de forma simples.

O veludo, em echarpes, saias e vestidos, regressa, em grande força.

Elegante, sóbria, mas cheia de pormenores, a coleção é riquíssima.

Vale a pena visitar no You Tube todo o  Desfile .


 
Parece-me que calças como estas vão andar por aí a circular!
 
 
 
É desta que usam aquele chapéu, que espera sair à rua, há tanto tempo guardado no armário?
 
 


Resistem a treinar esta laçada preta em torno da vossa camisa branca de folhos?


Conjugavam aquela saia  mega comprida, de tecido finérrimo, com a vossa grossa camisola de malha?

Há pois é!!! Agora parece fazer todo o sentido.
Quem sabe, sabe!




Deixo-vos as propostas menos Anna Karenina....

Dá vontade de dizer....From Russia with love!