Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Olha o penteado!!!




Contrata-se um hairstylist que faça estes penteados...





Tão bonitos....

Beleza Exuberante




Então meu povo, está tudo legal, tudo em cima?

Está tudo maluco com a chegada do fim-de-semana?

Já vos estou a imaginar, a deixar os putos nos avós, para se mandarem a uma discóteca.

Só quereis rambóia!!!!

Pois que a sexta-feira é um dia da semana por demais gostoso, né cara?

Toca a por uns óculos de sol (espelhados) na cara e rumar no final do dia até à praia.

Mas se são daquelas que preferem sair para jantar numa tascola da moda e gostam de se aperaltar, mesmo que seja para ir beber um copo e antes da meia noite já estar a bocejar, proponho uma maquilhagem bombástica.


Adorava conseguir fazer esta make-up de olhos.
Toca a praticar!!!!










domingo, 24 de maio de 2015

A miúda que é a tal






A miúda gira que sobe todos os dias no elevador, à mesma hora que eu, não é só uma cara bonita.

Assim que a vejo entrar no edifício, faz o  tempo parar. 

O que ela detém são quase poderes mágicos.

E eu só imagino que ela devia ter seguido a carreira de modelo, que devia ser contratada para alegrar os lugares.

Avança segura o átrio.

Não é pessoa de cabeça baixa. Segue sempre destemida.

A miúda do elevador parece ter sido desenhada.

E eu, perante aquela perfeição toda sinto que percorro quilómetros até chegar ao exato lugar onde a vou encontrar.

Sinto-me a suar em bica do nervoso, desaperto o nó da gravata, disfarço, vejo se tenho mensagens no telemóvel, assobio para o ar....

As pessoas desaparecem todas e só oiço um barulho de fundo, uma banda sonora a tocar...

Ali estou. Com aquela miragem à minha frente...sinto as pernas abanar.

Só estamos os dois à espera. Parece que estou num momento de pausa kitcat.

Ela vai sair no décimo andar.

Amanhã convido-a para sair.

De amanhã não vai passar.

Entra e enche o ar de um perfume doce a que me é tão difícil resistir...

O meu coração bate descompassadamente. Pareço um puto de escola.

Os cabelos compridos de seda negra aprumados fio a fio, como nunca vi igual.

Uma pele de porcelana....

Aqueles cinco minutos parecem uma eternidade....

Passava o dia todo assim, a andar de elevador...para lá e para cá...

Nunca gostei tanto de um elevador, minha nossa senhora!

Estudo-lhe cada gesto.

Que vontade de lhe falar.

Quando sai, olha-me nos olhos e diz- me bom dia.

Fico preso aos lábios da miúda do elevador e quase não vou a tempo de lhe responder.

Faço-lhe um sorriso de orelha a orelha e consigo articular um....até já!

Top Alain Manoukian de há uns aninhos. Uma peça fundamental!


Eu juro que mando encerrar o Palácio da Ajuda e levo-a lá a jantar....

Para esta mulher, não há baixela real que seja mal empregue.

I'm the King e esta dama é a rainha.



Esta mulher é digna de um salão real.


Imagens recolhidas dia 16 de maio, em que houve entrada gratuita nos palácios



E uma vontade imensa de voltar ao elevador...

E até bate uma saudade....

Não te orientes não...

Vai trabalhar!

Estou cá desconfiado que ela te vai mandar plantar couves ao quintal!


Uma cesta de vegetais, vindos diretamente do Oeste, e estratégicamente dispostos, para fotografar. Os vegetais também podem ser fashion.



sexta-feira, 22 de maio de 2015

Façam like!



Gostam de rendas?





Eu adoro!!!!!


E de vestidos brancos, na pele já morena?



Gosto muito!


E um pouco de cor?
Vamos lá!




Giros, não são?
E com o belo vestidinho preto, vos presenteio, para terminar.






TUDINHO LA REDOUTE




Eta mulhé brava!




Estão aí a chegar os meses dos casórios, dos batizados, da festa brava em que mulhé que é mulhé  - não se diz mulher desde que o Anselmo Ralph nos brindou com o seu hit - quer comprar o seu trapito, para brilhar, para se destacar e marcar a diferença.

Diz-se que há perigo de comprar estas peças fulcrais, para fazer "presenças" - como o pessoal do Secret Story, mas numa cena mais familiar - nas lojas da moda.

Eu não concordo. Acho que o mesmo vestido bege, da marca low cost xpto, usado por duas mulheres com gostos distintos pode parecer totalmente diferente. Basta uma gostar perdidamente de acessórios exuberantes e a outra gostar de peças simples, que primem pela discrição.

Nunca me preocupei muito com esses eventos. Recorro à boa da saia preta, junto-lhe um top acetinado, um colar "tchanã", uma maquilhagem semi-vamp/noturna, calço uns stilettos que não me façam chegar às lágrimas no fim da festa e a coisa dá-se. Nunca fui muito de me lançar a compras nestas alturas. Sai-me sempre tudo furado.....

Mas há quem pense, já em maio, naquela cerimónia que se vai realizar em julho. Porque a amiga merece que esteja bem, porque o avô vem lá da terra, porque está lá a "ex" do atual.
E ir tapadinha ou destapadinha é logo a questão!

E aí vem o stress, a angústia, o drama, a tragédia...
E o vestido já não é um simples vestido, é um vestidão, é qualquer coisa principesca, ao nível da Leticia de Espanha.

Quem vai estar no evento não são o primo nem a prima, são os condes e os viscondes, quiçá o rei e a rainha.
E há toda uma etiqueta, todo um protocolo.

Consultam-se livros, visitam-se sites, percorrem-se lojas....
Mas o nível monárquico é a última exigência.
Nada enche o olho, nada enche as medidas.
O tecido é ruim. As costuras não estão bem acabadas. O decote é excessivo. A saia é curta demais. O colar não me alonga a silhueta.
Só de experimentar os sapatos, já me doem os pés.

Vem, vem Diogo Miranda S/S 2015.....







 Ai que bom, o sufoco acabou.

Eta mulhé brava!

Obrigada Leonor



Obrigada Leonor!

Obrigada Miguel Gameiro e Fernando Martins!

Obrigada a toda a equipa que projetou o talento da Leonor àquele momento de excelência musical a que assisti ontem.






Venceram na nossa alma! Aí, estejam certos, vencemos.

Obrigada por me encherem de orgulho.

Vivo num país com gente agerrida e cheia de talentos.

Leonor, a tua atuação foi fantástica.

Ouvir cantar assim a minha língua comoveu-me.

Cada palavra foi sentida e lançada ao mundo...






São momentos assim que nos elevam.

É de instantes destes que precisamos para enchermos o peito de vaidade.

Dino Alves, transformaste a nossa menina de chapéu com abas numa guerreira do amor!





Forte, mas saudosa,

Valente, mas sensível!

Obrigada André Godinho, amigo, por fazeres renascer a minha veia festivaleira.

Obrigada a todos! 

quinta-feira, 21 de maio de 2015

ENGANEI-VOS! PARTE I



É óbvio que há uma imensidão de imagens lindas do Porto que vos posso mostrar....

Eh eh!

No outro dia estava só a ser ruim....

Começar por onde?

Pelas casas da ribeira...






Estas casas de bonecas, de cores diferentes, onde parece difícil acreditar que vive gente grande, com os estendais a exibir despreconceituosamente as roupas , tal como as gentes do norte se revelam ...

                                 .... sem mas, nem meios mas!

Por mais recorrente que seja ver imagens semelhantes reproduzidas em quadros e postais que se encontram à venda nas ruas e vielas da cidade, nunca cansarão a vista....



Os Barcos Rabelo a passearem-se no Douro....



Esta é outra aguarela! Ora digam lá que não embarcavam num destes, carregadinho de pipas, assim no final de uma tarde de sol? Heim? Ai não que não .....Bem bom......



E que tal dar uma espreitadela ao trabalho de uma artesã simpatiquíssima que expõe as suas criações em acrílico numa feira de artesanato em Gaia?

Com ela fala-se sobre a vida dos novos artesãos no Porto, com os desafios, os obstáculos e as aspirações que lhes são comuns, enquanto se experimentam brincos, colares e pulseiras  e se olha o Douro, como se nos passeássemos frente a um espelho. 

Tudo por estas bandas tem um encanto especial!






....principalmente se se tiver regressado de uma prova de vinhos numa das caves do vinho do Porto.....

Já cheira!


Nunca deixar de dar um pulinho ao imperdível Majestic, para um café, porque dificilmente uma das nossas populares carteiras pode comportar mais que isso sem se escandalizar.....







E a grande mania feminina de ir espreitar os vestidos de noiva à Rua de Santa Catarina....




E a moda sempre no pensamento.... 

Não é que em Gaia tive a sorte de assistir a uma passagem de modelos de um jovem criador, que me assentou que nem gingas.....ups! Que nem cálice de vinho do Porto.....







Ou, que tal fazer um passeio num destes carros antigos pelo centro histórico do Porto, com direito a chauffer e tudo?





E isto não é tudo, claro!!!

Há mais, muito mais ......

É só esperar.....

quinta-feira, 14 de maio de 2015

PORQUE NÃO HÁ FOTOGRAFIAS CAPAZES DE ILUSTRAR O QUE SINTO POR TI



Gosto cada vez mais de ti.

 - Porquê?

Olha, sei lá...

Gosto de ti, Porto, quando me sento numa esplanada em Gaia a beber um Porto Tónico e te aprecio ao longe, como se contemplasse deleitada uma pintura.

És um quadro lindo, em movimento, para o qual não me canso de olhar.

A imagem das casas vividas da ribeira, piceladas a cores diferentes faz-me lembrar um postal ilustrado e eu não te resisto.

Cidade cheia de alma e personalidade. Inebrias-me!

Era capaz de passar um dia inteiro ali, a bebericar, a fingir que o que importa é o que tenho no copo, quando a verdade é que me seduziste com os teus encantos.

Prendes-me enquanto vejo as pessoas atravessar a pé a ponte D. Luís, já carregadas com presentes para a família.

Encanta-me o movimento dos barcos rabelo, que ao invés de pipas carregam turistas que se cumprimentam euforicamente, como se percorrer as pontes do Douro fosse um campeonato.

Entretém-me ver os casais que saem sorridentes e abraçados das visitas às caves do vinho do Porto, depois se terem entregue a dois ou três copitos.

E o sol a bater no rio e o rio a falar comigo. E as músicas do Rui Veloso a saírem-me boca fora. A fazerem sentido a cada olhar.

Apaixonada. Apaixonei-me por ti, Porto. Soube que estava apaixonada por este amor onde hei-de sempre regressar, a quem não me custa entregar, logo na primeira vez...

Gosto de ti Porto, mesmo depois das bolhas que me fizeste apanhar no pé esquerdo, por calcorrear as tuas vielas.  Avenida da Boavista fora até à Rua de Santa Catarina, mercado do Bolhão, passagem pelo Tivoli, onde tenho prometido um concerto já há uns anitos....

Quiseste que te visse de todas as perspectivas e ali estacionei, ofegante, no topo da torre dos clérigos, depois de subir para mais de duzentos degraus.

E sim, tens razão. É outra coisa. Dali vejo todo o reboliço, o corre corre para a livraria Lello, a algazarra dos mercados de rua, onde se expõe o talento de jovens artesãos e onde se dá novo brilho ao antigo, os jardins do palácio de cristal. As gaivotas pousadas nos telhados gastos das casas e o apaixonante Douro a brilhar....

Já nem vou falar do disparate gastronómico mais prazeroso que foi, depois daquele exercício físico nos clérigos, lançar-me a uma Francesinha.  Explosão de sabores. Sim é certo que se fica cheio até ao dia seguinte, mas será que isso é importante? Ai aquela molhanga é tão boa, Jesus....

E fizeste-me enfiar nos autocarros de sightseeing uma tarde inteira com medo de voltar a casa com muita coisa por ver.

E voltei-me a apaixonar por ti, e a fazer-te olhinhos na Foz. Que beleza!

Confesso que não dariamos bons amantes, porque o cansaço que senti no final do dia era tão grande que assim que me deitei no quarto do hotel, aterrei e dormi profundamente até à manhã do dia seguinte....

Ficamos então de nos conhecer à noite.

Ouvi dizer que me ofereces um copo de champagne, numa ótima champanheria, não é?


sábado, 2 de maio de 2015

Bom gosto e imaginação


De camisa de ganga?


Yes, I can be chique. .

Os mixes de visuais funcionam na perfeição, quando a disposição e o bom gosto se juntam como aliados.

Ganga e mais ganga. Toca a apostar numa camisa. As da stradivarius estão à venda a um preço acessível!

Toca a dar leveza ao office look.

Larga o tailleur mulher, se ele te está a limitar.

Solta a madonna que há em ti!

E quando entrares no escritório trauteia qualquer música da rainha da pop.


Só a pilha de documentos que tens para despachar te vai fazer parar.




Saia tubo com riscas verticais, que alongam a silhueta, blusao com fechos frontais e laterais e um colarzão.

Misturas de estilos, porque a moda é diversão, audácia e vontade de inovar.



E canta, para ti...."A mulher perfeita...."

Porque para muitas pessoas é exatamente o que és.

Fashion with love,what else?