Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

AMO DESCOBRIR NOVOS SABORES



Fim de tarde de Domingo.


Parei num desses canais com programas de culinária, que devoro com bastante prazer.


E lá estava Florença em plano de fundo. E talvez por lá ter estado há bem pouco tempo, fiquei embevecida.


Uma aula de culinária, sobre comida toscana. Vamos lá. Toca a ir buscar o bloco de notas.


Giada de Laurentiis cozinhava então cogumelos, com nozes, numa frigideira crepitante. Adicionou rúcula ao prato, o que me pareceu bastante louvável e salutar (eh eh).


Nesta altura já eu me imaginava a degustar o pitéu..


A seguir passa para o que diz ser um dos frequentes pequenos almoços da região.


E estragou tudo....


Oh meu Deus, Nosso Senhor...


Azeite na frigideira, e fatias de pão a tostar, polvilhadas com algum açucar.


Simples não é?


A seguir, depois de remover as ditas cujas para um prato, toca de as barrar com ricotta.


E por cima, colocou-lhes um belo festim de frutos vermelhos, sobre o qual lançou um fiozinho de mel e uns grãos de sal marinho.


E a coisa ficou assim...






Lindo não é ?


Vamos experimentar!

Apetece



O Outono já está aí.


Regressaram as noites frias. Regressaram os cedo entardeceres.


Já apetece ir para a Baixa comer castanhas assadas. Já apetece um chocolate quente.


Já apetece ver aquelas séries, que regressam de férias, ininterruptamente.


Apetece ler um bom livro, coberta por uma manta quente e colorida....


Apetece viver o início da estação.


Apetecem comidinhas caseiras, apuradas, feitas com amor.


Apetece abandonar as saladinhas de verão e retornar às sopas suculentas.


Apetece ir buscar os casacos mais aconchegantes ao armário onde as roupas de inverno foram guardadas e pareciam esquecidas...


Mas não apetece nada fazer a transição.


Toca a guardar os tops, as mini-saias, as chinelas, os bikinis, as toalhas de praia.


E dá entrada no closet roupa mais encorpada!


Fui espreitar umas novidades para este Outono/Inverno e agradaram-me umas pecitas que a Beckham (Vitória) desenhou. A miúda leva jeito.


Aqui ficam, em jeito de inspiração...



Vitória Beckham
Ready to Wear
Fall/Winter 2017/2018



quarta-feira, 2 de novembro de 2016

DAMA DE CÓRENTA!





Eu sei, eu sei que não tenho alimentado o bicho!


Chegou um Outono deveras estranho, em que os dias mais parecem de verão que outra coisa.


Ainda não se largou a manguinha curta, but já se começou a olhar para as novas tendências.


E antes que me lance a elas, deixo-vos umas imagens de uma modelo que teve muita muita pinta nos eventos deste 2016 que já está quase a acabar....


e um ligeiro cheirinho do que vai continuar a dar...


E vejam que as transparências não nos vão largar em 2017.







Euzinha até gostava de me atirar p'ra fora de pé e experimentar uma coisinha destas, mas a bem dizer, a moça tem menos uns dez quilinhos que eu e eu agora sou DAMA de RESPEITO, CÓRENTONA! E dama de respeito resguarda os atributos!!!! Eh eh.....





Por este caminho já poderia ir.....


Arre que a miúda é elegante!!!!!


A camurça, em grande força, sempre.....


E os batons fortes!



Vestido longo, estruturada! Lindíssimo...QUERO! QUERO!!!!! Para as inúmeras cerimónias em que terei de me apresentar em 2017. Ahhhhh ahhhhh


UAU.......
Diana, só mesmo tu! ADORO
Este aqui, nem sei para onde o havia de reservar....

quarta-feira, 27 de julho de 2016

De burka no ginásio? Why?


Agora é que me deu para gostar de roupa de desporto.

Tudo começou com ele, o homem que me dá cabo do canastro às terças e quintas, com a Zumbada.

O que eu gosto daquilo. Muita dança, muito ritmo, muita festa. Fixe para quem já não frequenta discotecas...

E uma mulher tenta abater por ali, o máximo de calorias que pode. É dar o tudo por tudo! Muito sangue, suor e sorrisos.

Comecei por levar umas calcinhas pretas convencionais, quase a chegarem-me aos sovacos e a cobrirem toda a perninha, com uma t-shirt também preta. A chamada burka desportiva, não é?

Mas vai daí, dei por mim a achar que estava um pouquinho de nada desatualizada face às minhas camaradas de treino, pela insistência no uso de indumentárias que se usavam p'raí nos anos 80.

Então, seguindo o conselho de uma amiga, completamente viciada em desporto, essa sim, bastante modernizada nestes assuntos, desloquei-me a uma loja de desporto, onde tomei conhecimento das marcas com maior qualidade e com mais estilo para frequentar ginásios e praticar o bendito esporte.

E com estas novas roupas super fashion, fluorescentes e descapotáveis, que exibem a boa forma física em que uma senhora gaija se encontra, uma mulher sente-se outra. Totalmente renovada.

Chego à conclusão que andei perdida anos a fio. Completamente perdida.

Ginásio= sexyness!

E emancipei-me. Calças muito coladas, com néons, tops e camisolas com aberturas laterais.
Os ténis condizem com a ropita, pois está claro. Olarecas.

Cadê o outro eu? Cadê? Agora todos os passos são feitos com outra sensualidade na aula. É que a que anteriormente detinha era de grau 0 ....

Já dou por mim interessada em algumas pecitas, quando antes de 2015 o meu investimento monetário nesta matéria era quase nulo.

E eis que descubro marcas giras e boas! Ora aqui fica uma delas.




                                                           
                                   

                                     Diana Pereira, para Botton

Tudo o que luz, é oiro!



Bom dia meus queridos leitores (as)

Sim, sei que quem passa por aqui é quase sempre mulher.....

Mas convido os cavalheiros a virem espreitar as coisas de que nós, fêmeas, gostamos.

Tenho estado tão ausente por estas bandas, que acho que nem macho nem fêmea já por cá passam...sniff....

Confesso que andei em modo "observação das últimas modas". Acho que já recolhi material suficiente para uns quantos posts.

E vai daí, sem mais delongas, faço hoje o regresso a este corner, de que já tinha saudades....

Este Verão, minha gente, ando particularmente encantada com bijuteria de tons oiro.

E encontrei-a, maravilhosa, na minha querida PARFOIS, na PRIMARK e na BIJOU BRIGITTE.

De repente, parece que a felicidade tem tons doirados.

Aqui ficam umas imagens.....





Ando desejosa que a minha nail artist, da LOVE YOU NAILS me pinte as unhas nestes tons....só falta ganhar coragem. E também não nego uma tatoo ( só das de brincadeirinha).


E tau! Um casaquinho discreto para a saída da praia (eh eh)

Que este Verão seja muito feliz...

Aquele francês! Irresistível.



Passei, por mero acaso na RTP2 por volta da hora de jantar, já entristecida com as notícias de caos e tragédia que se propagam mundo fora e deixei-me fixar naquele programa.

Voltei no dia seguinte, para outro episódio, e no outro a seguir também. E já assim é há quase duas semanas.

Inesquecíveis viagens de combóio é um programa de viagens, em que o simpático e afável francês Philippe Gougler ( por quem estou encantada!) nos dá a conhecer trajetos inusitados, lugares encantados, tradições e hábitos de vida distintos, em países como Perú, Indonésia, Argentina, Índia.

Normalmente, as viagens têm início num combóio de uma terriola, porque Gougler adora este meio de transporte...e é onde começam as aventuras, as empatias, as deliciosas conversas  com os nacionais.

Este francês é simpático e ternurento com todas as pessoas que vai conhecendo. Comove pela bondade e generosidade, em cada diálogo.

Apreende os mais distintos hábitos dos povos, com gratidão e real vontade de conhecer, a alma dos povos. Surpreende-se, abraça a diferença e ri.

É reconfortante viajar, mesmo em casa, com pessoas assim.

Curiosamente, mostra-nos que não somos assim tão distintos uns dos outros. Os corações são muito parecidos, aqui e na China. Esta é a mensagem do meu querido Francês.

Inúmeras são as vezes em que se fala da importância do Sorriso, como ferramenta que atrai boas energias, da esperança e da resiliência, para não nos deixarmos derrubar, e da felicidade e prazer que se pode sentir nas coisas mais simples...

Distanciam-nos gostos, crenças, hábitos, sómente isso. Em tudo o mais, somos iguais, tão iguais.

Este francês não ouve cada pessoa, escuta-lhes o coração. Este francês emociona-me, a cada programa e transmite-me paz.



Já viciei alguns amigos!
Isto porque não me canso de falar, das viagens deste francês sonhador, de olhos alegres....

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Bolas, bolas


Sim!

Visualmente, gosto muito, mas já não me aguento em cima deles.



                                                            SALTO ALTO=SOFRIMENTO

Demito-me definitivamente de os usar.

Já não dá mais..

Lembrei-me de ir Kizombar com uns nos pés e desde as figurinhas que fiz na calçada lisboeta às bolhas que me morderam os calcantes toda a noite...foi um verdadeiro suplício!

Injuriei os ditos cujos toda a noite e jurei nunca mais me expor a tamanha expiação.

Posso fazer com eles uma ou outra presença, de tempo muito limitado, quando as circunstâncias sociais assim o exigirem, mas a nossa relação íntima acabou!

Agora, a urgência é o conforto!

Edgardo Osorio para Salvatore Ferragamo
Bolas! Bolas! 

E estes são lindos e parecem tão confortáveis.....................

E ainda há mais...




Há muito por aí onde os escolher!!!

Não havendo bolsa para uns Salvatore Ferragamo, galera, "Eles andem aí"!