Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Culotes????

No Século XVIII eram usados pela aristocracia, em toda a Europa, mas já remontam ao Século XVI. Justos, pelos joelhos, os cullotes, enfatizavam a zona  - masculina - das coxas.


Ao pessoal com pouco guito chamava-se os "sem culotes". Vai tudo dar ao mesmo. Vai século, vem século. Tudo próximo do actual andar de tanga!
Presente nos uniformes militares, vistosa peça não escapou ao olho de lince feminino, e  foi rebuscada, tempos mais tarde, para lhe serem introduzidas "pequenas" alterações.
...

Nasceram então os culotes, na modalidade de saias calça,
pelo joelho, justas na cintura e largas na terminação.

Achou-se graça à ideia de usar uma saia que na realidade era um par de calças, e permitia maior destreza de movimentos.

À conta dos culotes, as donzelas deixaram de andar a cavalo de lado! Tristeza...



E ainda hoje são moda...




                                                         Culotes Gucci Inverno 2011

Mas o feitiço tinha que se virar contra o feitiçeiro e hoje, nos ginásios, à conta de termos ido roubar roupa aos  homens no Século XVIII, temos Personal Trainers a vingarem-se em nós, mulheres, com exercícios tortuosos de extermínio à gordura na região que gostam de denominar por "culote".


Vá lá, tenham dó,......culote é só mesmo roupa...

2 comentários:

  1. E aquelas cuecas/cintas, estilo pin up, também não se chamam culotes?

    **

    ResponderEliminar
  2. Parece que sim! Há uma série de derivações da vestimenta. Até àquelas cintas tipo espartilho, até ao joelho, se chama culotes! lol

    ResponderEliminar