Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Manufacturada, você me deixou, manufacturada....com o seu amor


Comecei a ser manufacturada numa manhã de verão muito farrusca.

Caía cacimba lá fora.

Abriste os cortinados e decidiste, alí, que não passava daquele dia.

O esboço estava mesmo ao teu lado lado. Imaginiei-me a ganhar vida.

Primeiro fui só uma junção de pedaços de pele, depois aplicaste-me umas tachas bonitas.

Andaste dias agarrada a mim....

Ainda te foste embora, de férias, e deixaste-me em cima do armário, por acabar.

Sim, sei que tinhas as mãos desgraçadinhas e que a nossa relação precisava de um tempo, mas senti-me desamparada.

Um dia oiço-te ao telefone, a dizeres que me ías entregar noutra casa, que te tinha dado um trabalhão.
A negociares-me assim ao desbarato, a uma qualquer...

Fui completamente rifada. Enfiaste-me na mala do carro sem me dares uma justificação e levaste-me para longe.

Estava fula da vida.

Depois de me submeteres às condições mais adversas, quando já nada esperava de ti, tiraste-me do saco e fizeste o meu debute na Vogue Fashion Night Out. Eu nem queria acreditar.

Já há dois anos que não saía da loja de peles da D. Alice. Ouvia uns zum zum zuns entre as clientes, sobre essas coisas da moda, mas nunca pensei que me fosses mostrar, assim, à "nata da sociedade".

Afinal não eras má gente. Olha, fiquei feliz contigo, fiquei, pronto. Conseguiste assumir-me como a tua primeira grande obra, para o bem e para o mal.

Andaste pelas ruas de Lisboa, a exibir-me. Como eu adoro um bom show off.

Mas tenho a dizer-te que agora, que já me estava a habituar a socializar, estou há mais de uma semana instalada na maçaneta de uma porta....

Coisinha mais sem dignidade....

Hoje, finalmentre, lá se enxergaram, agarraram em e disseram:

- Tens que sair à rua antes que venha o outono. Vamos lá experimentar-te com uma blusa da estação.

Ó p´ra mim....toda Papoila.made
Ai Deus. Assim, sim Serafim...o que eu gosto de vadiar.


- Prontas para arrasar!

Sem comentários:

Enviar um comentário