Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Atrás do oiro



Nunca ouvi um homem queixar-se por causa das pontas espigadas do cabelo.

Normalmente um homem só procura um cabeleireiro quando o cabelo faz ondulações semelhantes às que o Marco Paulo tinha, na época do "Eu tenho dois amores...uma é loira, outra é morena, trá lá lá, lá lá lá lá".

Macho que é macho não é habitualmente visto a analisar pontinhas de cabelos, a pegar em cabelo a cabelo e a cortar pontinhas espigadas com a tesoura.

Já nós, fémeas, vamos desesperadas a correr para o cabeleireiro mais próximo, exterminar o mal, á primeira espigadela que aparece.

Quem não conhece esta sensação de desconforto e mal estar?

Numa das investidas ao salão de cabeleireiro que habitualmente frequento - tal como frequento a mesma esplanada ao fim-de-semana, ou a mercearia de bairro para comprar a carcaça para o pequeno almoço - para solucionar o dramalhão acima referido e aloirar-me quase ao estilo Marylin, voltei a babar-me para um expositor com produtos e anúncios da Orofluído.


Tudo na marca brilha e ofusca, quais raios de sol a incidirem diretamente no nosso olhar numa tarde de calor ardente à mesa de uma esplanada.

Fui ver melhor......

Parece que enviaram esta bela rapariga da imagem ao deserto do Sahara, para testar um Sérum reparador. E vejam como ela foi, toda chique.

Como não quis ficar atrás dela, na impossibilidade de ir fazer o teste ao mesmo local, pude aplicar o produto no cabeleireiro.

Não fiquei logo tostadinha e a reluzir mas fiquei com a cabeleira protegida para exposições a temperaturas violentíssimas.

Talvez consiga o efeito doirado com óleo johnson, em casa.

Uma  pessoa não pode ver nada doirado, que coisa.
Já com o perfume J'adore o comportamento e sintomas são semelhantes....


Só de ver a moça toda envolta em doirado, dá logo vontade de ir comprar o perfume, sem cheirar nem nada.

Ai o poderoso marketing!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário