Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

domingo, 14 de abril de 2013

Agarra o gajo



Foram-se embora as núvens escuras, foi-se embora a chuva e é difícil agarrar o portuga à sua casa.

Portuga que é portuga acorda, abre a janela, conclui que o tempo está favorável e zarpa para a rua com a mulher, os amigos, os primos e o cão.


Mantém-te assim, para nos alegrares os corações.

Se der, ainda leva o vizinho, que tem andado muito deprimido nos últimos dias.

É justo que assim seja! Tanto tempo aprisionado pelas agruras da repressão, banha-se, perfuma-se e enfinora as gentes de casa como se fosse dia de casamento.

Manda o mealheiro onde andava a juntar moedas de um e dois euros ao "galheiro" e vai botar figura no restaurante mais low cost que puder, que foi para isso que se criaram os ménus.

Vai tudo apertadinho no carro, com as janelas abertas, para apanhar o oxigénio, assim, de chapa na cara e ninguém se agoniar.

Haja saúde, sol e uns tustos no bolso e somos um povo tão feliz!!!!

1 comentário: