Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

quarta-feira, 21 de março de 2012

A fervilhar

Ontem, em plena Baixa Chiado, alí, em frente à Brasileira, um grupo animado, tocava e cantava música africana.

África, mãe África!

Logo logo, o que é que se sente?

Uma vontade de dançar, brutal, pelas ruas da cidade.

E por onde se manifesta esta vontade?

O Nuno Markl, em conversa com o Dany Silva, na Rádio Comercial, dizia-lhe que a música africana lhe dá uma necessidade premente de espevitar o rabo e começar a gingar.

Pois é meus amigos, é assim mesmo.

Não estás só Marklzito.

A coisa começa na ponta dos dedos dos pés e transfere-se de imediato para aquela zona do corpo.

Mas parece que isto é um sintoma, porque nem a todos assiste este fervilhar....

Sem comentários:

Enviar um comentário