Brilho

Sempre à espera que os seus dias brilhem!

sábado, 19 de novembro de 2011

All in white

Acordei e já te tinhas levantado.

Hoje era dia de saída com o Marco e o André.

Como te queria arranjadinho, mesmo sabendo que íam andar na carripana do André, numa espécie de safari, lá para "cascos de rolha" e provavelmente chegarias a casa todo enlameado, ontem à noite, depois de deitar as meninas e contigo já a dormitar, deixei-te nas costas da cadeira umas coisinhas desportivas para dar um certo style.

Colecção Hugo Boss - Inverno 2011
Entre elas, está o famoso casaco que te ofereci pelos anos, que nos remete sempre àquele famoso diálogo...

- Ana, tens a certeza que não fico com um arzinho amaricado, com este casaco?

E eu:

- Ó homem, deixa-te de cenas, isso já não existe. Agora é tudo unisexo!

Ri-me, revirei-me na cama, enrosquei-me na almofada e lençóis brancos do nosso novo quarto, decorado em tons brancos e pensei que na próxima meia hora seria dona e senhora daquilo a que se chama descanso.

Vou encomendar um igual ao Querido Mudei a Casa
Curiosamente, quando estou em modo de repouso, penso sempre em branco e agradeço teres concordado comigo na escolha da tinta branca para as paredes do quarto.

Parece de doidos, mas quando estou particularmente cansada, a coisa pode ser levada ao extremo de ter necessidade de olhar para uma parede branca, para me limpar do excesso de informação.

Ao branco, posso sempre acrescentar qualquer coisa.

A ausência de cor nas paredes pode sempre ser eliminada. Há-de haver um dia em que vou "tresloucar" e decidir-me, com grande ousadia, por um amarelo bebé.

Quando me apetece um princípio tenho as folhas de um caderno em branco, onde tudo ainda está por traçar.

No branco posso sonhar, viajar, repousar e começar de novo.

E como o dia estava a começar, para fazer uso da banheira, que normalmente serve de poliban, preparei um belo banho de espuma, branca....

Este não encomendo. Só preciso de uma boa dose de gel de banho, que isso dos sais parece não dar resultado!
                                                     
Já revigorada, puxei de uma toalha branca e mergulhei o corpo de branco, até conseguir esvaziar meio boião de body lotion. Abri o guarda fatos e tirei umas calças e uma saia, brancos...

Skinny Jeans brancas - Promod


Optei pela saia, porque me faz lembrar o início de tudo, quando me vestí de branco.


Olhei para a cómoda ao lado da cama e ri-me com o retrato da minha mãe, fotografada em pleno ataque de riso, de cabelos brancos. Tantas coisas que eles me contam....

Desci as escadas e para começar bem o dia bebi um copo de leite frio e branco!!
Isto tudo, antes de ver aqueles dois sorrisos brancos que logo de manhã me enchem o coração...
                                                                                         
All in white, até ao teu regresso.









Sem comentários:

Enviar um comentário